Archives: literatura mexicana

Se vivêssemos em um lugar normal – Juan Pablo Villalobos

Se vivêssemos em um lugar normal – Juan Pablo Villalobos

“Vai tomar no cu duma vez, seu filho da puta! Vai à merda!” A sugestiva frase de abertura de Se vivêssemos em um lugar normal não é articulada por Orestes, narrador e protagonista do romance, mas por seu pai — um sujeito exaltado e desbocado cuja ocupação formal, a de professor do colegial, não rivaliza com as inflamadas preleções contra o governo a que se dedica diariamente.

Da contemplação de um jardim

Da contemplação de um jardim

Você sabe que o belo e o estranho, quando postos lado a lado, podem exacerbar um ao outro. No caso da literatura, -parece haver duas formas principais de promover essa junção. É possível juntar temáticas mais ou menos incômodas e abordá-las de maneira sutil, empregando uma boa dose de sensibilidade no trabalho com a linguagem, e é possível associar estas mesmas temáticas incômodas a elementos delicados, como se contrapondo uns e outros de maneira a ressaltar suas diferenças.